---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


ATENÇÃO MULHERES DE CORDILHEIRA ALTA

Publicado em 10/10/2019 às 10:56 - Atualizado em 10/10/2019 às 10:56

A Secretaria Municipal de Saúde de Cordilheira Alta reforça durante o mês de outubro, a importância da atenção das mulheres quanto aos riscos e as formas de prevenção do Câncer de Mama. Este é o segundo tipo mais diagnosticado em mulheres no Brasil, atrás apenas do câncer de pele, porém é o primeiro entre os que mais matam.

As ações da Secretaria ocorrem durante todo o ano, mas no “mês rosa”, as atenções estão mais voltadas para o assunto devido a grande exposição midiática em todo o Brasil, por isso o município aproveita para dar mais ênfase às atividades relacionadas ao câncer de Mama e também de Colo do Útero. O Câncer de Colo do Útero vem logo atrás do de Mana na lista dos mais recorrentes entre as mulheres brasileiras.

MESMO COM ALTO ÍNDICE DE OCORRÊNCIAS, O CÂNCER DE MANA APRESENTA MAIS DE 90% DE CHANCES DE CURA CASO SEJA DIAGNOSTICADO EM ESTÁGIO INICIAL, POR ISSO A IMPORTÂNCIA DO AUTOEXAME E A PROCURA POR UM PROFISSIONAL MÉDICO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, ASSIM FOREM NOTADAS ALTERAÇÕES NA MANA.

O INCA, Instituto Nacional do Câncer, estima que em 2019 cerca de 60 mil novos casos sejam diagnosticados, com um índice de mortes de 28%, números que demostram que muitas mulheres procuram a ajuda do Sistema de Saúde muito tarde.

SINAIS E SINTOMAS

O câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio dos seguintes sinais e sintomas:

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja
  • Alterações no bico do peito (mamilo)
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço
  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos

Esses sinais e sintomas devem sempre ser investigados por um médico para que seja avaliado o risco de se tratar de câncer.

É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias.

Em caso de permanecerem as alterações,  elas devem procurar logo os serviços de saúde para avaliação diagnóstica.

A postura atenta das mulheres em relação à saúde das mamas é fundamental para a detecção precoce do câncer da mama.